Consórcio de imóveis vale a pena?

16.07.2014

O consórcio de imóveis é uma forma inteligente e prática de obter o primeiro imóvel ou investir na compra de outro bem imobiliário através do sistema de carta de crédito. Ao aderir a um consórcio, o participante paga, mensalmente, um valor estipulado conforme o valor do crédito que o consorciado deseja adquirir.

consórcio de imóveis

Atualmente, são inúmeras as empresas que oferecem o sistema de consórcio, entre as mais conhecidas então bancos como Itaú e Bradesco, seguradoras como a Porto Seguros e o consórcio Rodobens, um dos mais conhecidos e renomados neste segmento. Nos últimos anos, o consórcio imobiliário vem sendo consolidado como umas das formas mais seguras para quem deseja adquirir um imóvel ou reformar um.

O sistema funciona do seguinte modo: após adquirir uma cota de consórcio, o consorciado passa a fazer parte de um grupo, que pode ser composto por pessoas físicas ou jurídicas. Cada um dos integrantes contribui mensalmente com prestações sem juros, com o intuito de formar uma poupança destinada à compra de imóveis por intermédio de autofinanciamento.

Após ser contemplado, o integrante do consórcio tem a possibilidade de investir em um imóvel vinculado a empreendimento imobiliário, desde que dê, em troca, outro imóvel como garantia e respeite as condições descritas no Contrato de Adesão, onde estão definidas algumas normas que servirão de diretriz  para o fechamento do negócio, incluindo o valor do imóvel, valor do crédito contratado, valor das prestações, prazo de pagamento, direitos e obrigações do consorciado e da administradora, reajustes, taxas, formas de contemplação, entre outros detalhes importantes.

consórcio da casa própria

A cada mês, todos os integrantes do grupo concorrem aos sorteios para a contemplação em igualdade de condições. Ao ser contemplado, o consorciado terá a sua disposição uma carta de crédito para compra de imóveis de qualquer natureza, novo ou usado, residencial ou comercial, para a reforma do bem imobiliário que já possuir ou para a construção em terreno de sua propriedade em território nacional. É permitido fazer uso do crédito para quitar totalmente o financiamento em nome do próprio consorciado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades por e-mail
Receba novidades por email