Copa do Mundo beneficia mercado imobiliário

09.05.2014

A economia do país foi aquecida com a escolha do Brasil para ser sede da Copa do Mundo de 2014. De acordo com informações da Fundação Getúlio Vargas, a estimativa é de que o evento esportivo deva injetar R$ 142 bilhões na economia brasileira, e o setor imobiliário é um dos que mais tirará vantagens com a realização da Copa e também das Olimpíadas em território brasileiro.

Copa do Mundo expande mercado de imóveis

Em razão de investimentos aplicados no desenvolvimento da mobilidade urbana e da infraestrutura em 12 cidades que sediarão o evento, a valorização imobiliária foi marcante e tais cidades apresentaram aumento dos preços de imóveis. Inclusive áreas que, aparentemente, não tinham atrativo algum chamaram a atenção de compradores, como áreas próximas a estádios.

Copa do Mundo X mercado imobiliário

Com investimentos de mais de R$ 33 bilhões para construção e remodelação de portos, sistemas de transporte público, aeroportos, estradas, saúde e segurança, especialistas argumentam que grandes eventos, como a Copa do Mundo, deixarão frutos promissores para o setor imobiliário, que acompanha toda essa expansão.

Mercado imobiliário na Copa

Além da estabilidade econômica, que incentiva as grandes empresas estrangeiras a investirem no Brasil, especialmente no setor de construção civil, outro fator que colabora com a alta do mercado imobiliário é a geração de mais empregos e, por consequência, de mais renda para a população, inclusive por conta de tais investimentos. O aumento da renda e a liberação de crédito cooperam para o aquecimento do mercado, porque com renda extra as pessoas investem em imóveis.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades por e-mail
Receba novidades por email