Os impactos da impressão 3D no mercado imobiliário

30.07.2015

A impressão 3D diz respeito à tecnologia que imprime os desenhos de maquetes e protótipos em cartuchos contendo gesso ou plástico. A impressão pode ser feita a partir de qualquer desenho produzido em programas de design assistido (CAD). Os objetos impressos vão dos mais simples aos mais complexos e este último é o que desperta o interesse do mercado imobiliário por essa tecnologia.

IMPRESSORA 3D

Através da impressão 3D é possível produzir uma maquete ou protótipo exatamente igual ao que foi projetado e isso, no caso das maquetes, auxiliará tanto o corretor na hora da venda como o cliente que poderá sentir e idealizar o imóvel que pretende comprar. Já no caso da construção de imóveis via impressão 3D, a vantagem será o tempo. Uma empresa chinesa, por exemplo, utilizando quatro impressoras 3D construiu 10 casas de 200 metros quadrado em menos de 24 horas.

Um ponto interessante a destacar é o baixo custo para as construções. Já estão estudando projetos que trarão impacto na sociedade, os envolvidos estão buscando aprimorar a impressão 3D para construir casas a fim de auxiliar pessoas carentes sem acesso a moradia adequada.

Outro posto que vale ressaltar em relação às impressões 3D é que embora deixe muitos sem emprego, dará oportunidade de emprego para mulheres e idosos que atualmente estão fora desse trabalho predominantemente masculino.

Ainda é muito cedo para mensurar o impacto que a impressora 3D causará no setor imobiliário, mas sem dúvidas, à medida que for se popularizando, veremos cada vez mais a utilização dessa tecnologia e quem sabe em alguns anos poderemos encontrar diversas casas, condomínios e edifícios construídos dessa maneira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades por e-mail
Receba novidades por email