A crescente do mercado e o crédito imobiliário

crédito imobiliário
06.12.2019

A nova linha de crédito imobiliário é corrigida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A nova linha de crédito imobiliário tem como taxa mínima, o IPCA mais 2,95% ao ano.E a máxima, o IPCA mais 4,95%.

Na outra linha de credito a correção é feita pela Taxa Referencial (TR).

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) anunciou:

O mês de setembro de 2019 teve o maior valor de crédito imobiliário financiado desde maio de 2015, com um valor de R$ 7,59 bilhões.

No acumulado do ano chegando a RS 54,7 bilhões, crescimento de 34% em relação ao ano passado.

Competição entre os bancos através do crédito imobiliário

A caixa aparece em primeiro no ranking, com cerca de R$ 17,1 bilhões, em seguida Bradesco (R$ 13,2 bilhões), Itaú (R$ 11,5 bilhões), Santander (R$ 8,7 bilhões).

Com a competição entre bancos, a redução de juros pode crescer cada vez mais.

Devido a redução da taxa Selic, a linha de crédito imobiliário corrigida pela inflação, a relação com o cliente a longo prazo e garantia real, pois é o próprio imóvel.

Itaú anuncia redução nos juros após queda da Selic

Bradesco reduz taxa de juros para financiamento de imóveis

Caixa anuncia redução de juros para credito imobiliário

Essa competição estimula a portabilidade do crédito imobiliário, já que, com o juro mais baixo entre os bancos os clientes tendem a trocar para o banco com o juro menor.

Lembrando que apesar das reduções nem sempre o cliente consegue fazer o financiamento com a taxa mínima, já que depende de avaliação do banco.

Retomada do mercado imobiliário

Nos últimos seis meses, algumas construtores e incorporadoras captaram cerca de R$ 3,8 bilhões em novas ofertas de ações.

Criando assim a possibilidade de iniciar novos projetos residenciais e comerciais.

Ainda assim, a expectativa é de que as captações dobrem nos próximos meses devido à queda dos juros.

Com esses recursos a tendência é de que as construtoras comecem a abrir novos canteiros de obras.

crédito imobiliário

O PIB (Produto Interno Bruto) da Construção cresceu 1,3% no terceiro trimestre de 2019, em relação ao segundo trimestre,

Contribuindo para o resultado positivo de crescimento de 0,6% do PIB nacional.

 

Procurando um imovél? Acesse nosso site e fale com um corretor

www.realimoveis.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades por e-mail
Receba novidades por email